Selling Art

To the already absorbed, condition of the art object as elementary to the capitalist flux turning in loop: ARTIST – WORK OF ART – DIVULGATION – GALERY – SALE, Pizz Buin proposes the action Selling Art.

The collective’s action rises to controvert the art object in its commercial aspect. Showing, through the pleonasm, that mercantile character by introducing a feminine figure whose performance refers to the event hostesses and her related pose towards the merchandize presentation. Thus, the commercial strategy adopted for great commercial expectation products is transposed to the artistic context.

At the opening of the exhibition “Pinturas Inglesas e outros Trabalhos”, by Hugo Canoilas, the exhibition area was invaded/taken/appropriated by inserting a female model that paraded through the exhibition presenting the works of art.

Para a já absorvida condição de objecto de arte como elementar ao fluxo capitalista que gira em loop: ARTISTA – OBJECTO DE ARTE – DIVULGAÇÃO – GALERIA – VENDA, Pizz Buin propõe a acção Selling Art.

A acção do colectivo aparece para rebater o objecto de arte no seu aspecto comercial. Evidenciando, através do pleonasmo, esse carácter mercantil pela introdução de uma figura feminina cuja performance remete para a postura de hospedeira de eventos e respectiva postura na apresentação da mercadoria. É assim transposta para o contexto artístico a estratégia utilizada noutras situações de grande espectativa comercial.

Durante a inauguração da Exposição “Pinturas Inglesas e outros Trabalhos”, de Hugo Canoilas, o espaço da exibição foi invadido/apropriado/ocupado através da inserção de uma manequim que desfilou pela exposição apresentando as obras.